Cultura

Zélia Duncan comemora 40 anos de carreira com lançamento de ‘Pelespírito’


Quem ouvir Pelespírito, novo álbum de Zélia Duncan que acaba de chegar às plataformas digitais pela Universal Music, seguindo a ordem de músicas proposta pela autora – algo mais raro de acontecer atualmente, já que o ouvinte agora percorre caminhos sinuosos e não em linha reta -, vai perceber que há nele um roteiro idealizado pela cantora e compositora fluminense.

Esse itinerário, pensado e escrito em parceria com o poeta e músico pernambucano Juliano Holanda, tem a ver com o que Zélia queria expressar, mesmo que de maneira natural – ela se diz avessa à ideia de uma mensagem preestabelecida -, em um disco totalmente de músicas inéditas feito durante um dos períodos mais sombrios para a humanidade, e em especial para o Brasil.

Como a faixa que abre o álbum e que o batiza indica, há uma preocupação em entender o que se sente, porém sem esquecer daquilo que o outro possa estar vivendo. É se curar para poder ajudar o próximo. Por fim, buscar uma saída como mostra a faixa Vai Melhorar, que não por acaso encerra o disco e suaviza certo ar de tristeza – e não apenas isso – que o álbum traz.

Ouvi-lo, então, na ordem, revela as fases comuns a todos nesta quarentena que parece não ter fim: o se sentir estranho (Pelespírito), mirar os olhos para o belo quando se precisa ver o mudo da janela (Eu Moro Lá), encarar “300 asnos” (Nas Horas Cruas), amar simplesmente (Nossas Coisinhas), encontrar a alegria dentro da tristeza (Raio de Neon) e buscar saídas (Onde É Que Isso Vai Dar?).

Pelespírito chega no momento em que Zélia crava 40 anos de carreira – considerando-se apenas a fonográfica, são três décadas desde o lançamento de Outra Luz, quando ela assinava com o nome de Zélia Cristina.

“Tenho muito orgulho de comemorar com um álbum de músicas inéditas. Isso não é fácil. Em um mundo no qual todos querem tudo mastigado, é importante manter esse frescor”, diz Zélia, que já soma 15 álbuns lançados. Outra data importante são os 20 anos do álbum Sortimento, o que tem Alma, um de seus grandes sucessos. O lançamento atual e o que faz aniversário estão previstos para sair em vinil, em breve.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Veja também
+ Corpo de Gabby Petito é encontrado, diz site; legista afirma que foi homicídio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Instituto Gabriel Medina fecha portas em Maresias
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio