Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A nova geração da seleção brasileira feminina de vôlei começou bem na Liga das Nações, com vitória sobre a Alemanha, na terça. Agora, o time comandado pelo técnico José Roberto Guimarães terá um desafio mais complicado pela frente, diante da já tradicional Polônia, na quinta-feira.

Para este duelo, Zé Roberto prevê ajustes na equipe, principalmente na defesa que, na sua avaliação, ficou a desejar na estreia, apesar do triunfo. “Ainda temos que melhorar a relação entre o bloqueio e a defesa e o nosso saque pode ser um pouco mais agressivo, mas para a estreia foi um jogo muito importante”, analisa.

O treinador acredita que, de forma geral, as jogadoras mais jovens deram conta do recado no primeiro jogo. “Foi um jogo equilibrado. Nos últimos anos a Alemanha tem feito bons resultados contra o Brasil. É uma nova geração que está chegando e pedindo espaço. Estou muito feliz com essa vitória”, comenta.

Zé Roberto destaca a atuação da jovem ponteira Julia Bergamnn, de 21 anos, maior pontuadora (19) do jogo de estreia. “A Julia teve um comportamento muito bacana durante todo o jogo e parecia que estava na seleção há anos. Cada vez ela vai criar mais confiança e entender mais como tudo acontece no cenário internacional. Ela é uma jogadora inteligente e com leitura rápida de jogo”, afirma o treinador.

A ponteira, por sua vez, comemorou a estreia como titular da seleção. “Foi meu primeiro jogo como titular na seleção adulta e estava um pouco nervosa no começo, mas as meninas me ajudaram muito. A vibração que esse time tem quando está junto é incrível. Começamos bem a partida, mas no segundo set não pressionamos tanto no saque. Depois, conseguimos impor nosso ritmo. Para uma estreia foi uma boa partida”, diz a jogadora.