Esportes

Zé Maria, o ‘Super Zé’, é eternizado com busto no Parque São Jorge

Crédito: José Manoel Idalgo/ Corinthians

José Manoel Idalgo/ Corinthians (Crédito: José Manoel Idalgo/ Corinthians)

Demorou, mas o Corinthians reconheceu os serviços prestados de Zé Maria com a camisa do timão. O ex-lateral-direito foi homenageado nesta quinta-feira (11) com busto no Parque São Jorge.

Aos 72 anos, o ‘Super Zé’ como ficou conhecido pela raça dentro de campo, foi o último ídolo do Corinthians que recebeu a honraria este ano. O próximo a receber a homenagem será Ronaldo Fenômeno.


“É um prazer fazer esta homenagem ao Super Zé, o cara que dentro de campo sempre mostrou o que é o Corinthians, o que é a força desse povo, o que é a raça, entrega, superação. Imortalizado no coração do corintiano. Eu acompanhei a trajetória dele com meu avô, depois meu pai, tive o prazer de estar perto dele mesmo pequeno, e pude entender, acompanhar sua história e tudo o que ele representa para essa nossa nação”, disse o presidente do timão, Duílio Monteiro Alves.

O evento contou com a presença de amigos e ex-companheiros de Zé Maria como Casagrande, Basílio, Wladimir, Biro Biro, Solito, Geraldão e Ataliba.

“Quero agradecer o presidente, conselheiros, diretores por estarem fazendo isso não só comigo, mas com outros jogadores também, em vida. Demorou cair a ficha”, agradeceu o ex-jogador.

Zé maria defendeu o timão entre 1970 e 1983, anotou 17 gols em 598 jogos e foi tetracampeão paulista com os títulos de 1977, 1979, 1982 e 1982. Pela Seleção Brasileira, o ex-lateral jogou a Copa do Mundo de 1974 na Alemanha.

Agora, o ídolo corinthiano se junta a outros ex-jogadores que fizeram história no Corinthians e possuem busto no Parque São Jorge como: Cláudio, Baltazar, Luizinho, Neco, Teleco, Rivellino, Sócrates, Wladimir, Marcelinho Carioca e Ronaldo Giovanelli.