O youtuber canadense Chris Must List, que produz vídeos sobre grupos criminosos em todo o mundo, foi preso em Trinidad e Tobago após publicar material com gangues deste país caribenho, informaram autoridades e sua família.

Chris Must List, cujo nome verdadeiro é Christopher Arthur Hughes, “foi formalmente acusado pelo sargento Lee, da Unidade de Investigações Especiais, de publicar uma declaração com intenção sediciosa em 29 de maio de 2024”, de acordo com um comunicado da polícia divulgado na quinta-feira (30).

A investigação teve início após “Hughes publicar vídeos nos quais apareciam pessoas que se declaravam membros de gangues, defendiam atividades criminosas e utilizavam linguagem ameaçadora”, afirmou a autoridade.

Com mais de 300 mil inscritos no YouTube, o canadense tem vídeos desde o Haiti aos bairros mais perigosos da Filadélfia, passando pelo Paquistão e Sudão do Sul.

Ele pode pegar até cinco anos de prisão e uma multa de US$ 3 mil (R$ 15.723 na cotação atual).

Desde que chegou à Trinidad e Tobago, há cerca de três semanas, o youtuber entrevistou diversos grupos criminosos de todo o país.

Os vídeos ficaram indisponíveis nesta sexta-feira (31).

A família condenou a prisão em comunicado também publicado em seu canal no YouTube. “Não há razão para prendê-lo. Devemos fazer tanto barulho internacional quanto possível para libertá-lo, já que ele está detido ilegalmente e sem direitos básicos”, afirmaram familiares.

Mais de 100 gangues com cerca de 2 mil membros operam no país de 1,4 milhão de habitantes, segundo dados do governo.

O Ministro da Segurança Nacional, Fitzgerald Hinds, informou recentemente que 114 dos 242 assassinatos cometidos no ano passado estavam relacionados a grupos criminosos.

pb-pgf/jt/dg/yr/am