Tecnologia & Meio ambiente

YouTube retira canais supremacistas

YouTube retira canais supremacistas

O YouTube removeu  de seu serviço  canais de grupos supremacistas por violarem "repetidamente" suas regras - AFP/Arquivos

O YouTube removeu de seu serviço canais de grupos supremacistas por violarem “repetidamente” suas regras, por exemplo, alegando que certos indivíduos são inferiores a outros, informou nesta segunda-feira (29) a plataforma de vídeo do Google.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

A lista de canais removidos inclui a de David Duke, conhecido por ter sido o líder da Ku Klux Klan; o canal do líder alternativo de direita Stefan Molyneux; os canais NPI / RADIX e rpspencer, criados por Richard Spencer, um militante neonazista; e o canal supremacista branco American Renaissance e seu canal de podcast AmRenPodcasts.

“Depois de atualizar nossos regulamentos para resolver melhor a questão do conteúdo supremacista, vimos um aumento de 5 vezes no número de vídeos removidos e encerramos mais de 25.000 canais por violar nossas regras sobre discurso de ódio”, disse um porta-voz da empresa.

O assassinato, no final de maio, do afro-americano George Floyd, nas mãos de um policial branco, provocou um enorme movimento contra o racismo, que obrigou empresas e instituições a reverem suas políticas, com as redes sociais convertidas mais do que nunca em alvo de críticas por tolerar conteúdo que incite a violência contra pessoas.

O YouTube enfatizou, no entanto, que sua luta contra os supremacistas começou há um ano.

A plataforma decidiu na época proibir “qualquer vídeo que afirme que um grupo é a outro para justificar discriminação, segregação ou exclusão, com base em atributos como idade, sexo, origem, classe social, religião, orientação sexual ou status de veterano”, de acordo com seus regulamentos.

Em caso de violação, e como medida de aviso, o YouTube pode retirar direitos dos responsáveis pelo canal, como a possibilidade de obter lucros com publicidade.

Veja também

+ Após foto “com volume” ser derrubada no Instagram, Zé Neto republica imagem usando bermuda

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea