Economia

Yellen defende pacote dos EUA e diz que plano é ‘fiscalmente responsável’


A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, defendeu nesta terça-feira, 17, a aprovação do pacote de cerca de US$ 1,2 trilhão em investimentos à infraestrutura, que será votado pela Câmara dos Representantes após receber o aval do Senado. Em artigo publicado no site Yahoo News, Yellen argumentou que este é o momento ideal para esse tipo de pauta.

“As taxas de juros reais estão atualmente negativas e o pagamento da dívida pública, como parcela da economia, deve permanecer abaixo dos níveis históricos por pelo menos uma década”, escreveu a secretária do Tesouro norte-americano.

Ela também classificou a legislação de “fiscalmente responsável”.

Segundo ela, os gastos serão diluídos ao longo da próxima década e totalizam cerca de 1% do Produto Interno Bruto (PIB). “Eles também são pagos a longo prazo por meio de uma reforma do código tributário que o tornará mais justo, sem tocar nos americanos que ganham menos de US$ 400.000 por ano”, explicou.

Yellen acrescentou ainda que os custos da falta de investimentos são muito grandes. “Por mais de uma geração, os EUA subinvestiram nos bens públicos que são a base de nosso crescimento econômico: infraestrutura, educação, creches”, destacou.

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio