Esportes

World Athletics autoriza atletas russos para competirem como ‘neutros’


O órgão que rege o atletismo mundial, a World Athletics, vai retomar a emissão de permissões de status neutro para atletas russos limpos, que nunca violaram as regras antidoping. Esta afirmação foi feita, nesta quinta-feira, por Rune Andersen, chefe do Grupo da Força-Tarefa de Atletismo Mundial.

A World Athletics suspendeu a adesão à RusAF (Federação de Atletismo da Rússia, na sigla em inglês) em novembro de 2015, após uma onda de violações das regras antidoping e formou uma missão especial para o assunto.

A World Athletics, entretanto, permitia que atletas limpos da Rússia participassem de torneios internacionais sob o status neutro ou do Atleta Neutro Autorizado (ANA) até que a associação à RusAF fosse reintegrada. O status ANA proíbe os atletas russos de participarem de todos os torneios internacionais de atletismo sob a bandeira nacional.

O Conselho Mundial de Atletismo anunciou em 22 de novembro de 2019 sua decisão de suspender o processo de reintegração da RusAF com base em acusações apresentadas pela Unidade de Integridade de Atletismo (AIU). De acordo com a World Athletics, a AIU acusou a RusAF em 21 de novembro de 2019 de “obstruir uma investigação e suspendeu provisoriamente vários funcionários da federação por adulteração e cumplicidade”.

Os altos funcionários suspensos provisoriamente na época eram o então presidente da RusAF Dmitry Shlyakhtin e várias outras pessoas de alto escalão da federação por ajudar a falsificar documentos, que o saltador russo Danil Lysenko apresentou como sua desculpa para pular os testes de doping. Shlyakhtin apresentou sua carta de renúncia em 23 de novembro.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Em março de 2020, o Conselho Mundial de Atletismo determinou uma multa de US$ 5 milhões (cerca de R$ 27,7 milhões) à RusAF por um suposto envolvimento da tentativa da administração executiva anterior de falsificar documentos oficiais do saltador Danil Lysenko. A RusAF pagou a multa em 12 de agosto de 2020.

No início de dezembro de 2020, a World Athletics decidiu adiar sua decisão sobre a emissão de permissões de status neutro para atletas russos até que o órgão regulador mundial de atletismo recebesse um plano detalhado final sobre o restabelecimento do status da RusAF.

Veja também

+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS