O Dia

Witzel participa de posse de novos PMs e garante décimo terceiro em 2 de dezembro

Governador também anunciou Batalhão de Rondas Especiais e Controle de Multidões na Grande Tijuca. Chefe do executivo voltou a criticar Crivella por conta do Sambódromo: 'Difícil trabalhar com quem não quer'

Rio – O governador do Rio, Wilson Witzel participou, na manhã desta segunda-feira, da cerimônia de ingresso de 25 novos policiais militares no 6º BPM (Tijuca). Além da Tijuca, Maré e Méier também ganharam o mesmo número de militares cada. No dia 22 de novembro, mil novos PMs irão ingressar em outros batalhões do Estado.
O chefe do executivo também garantiu que o décimo terceiro salário do servidor do Estado vai estar na conta no próximo dia 2 de dezembro. A possibilidade do pagamento nesta data já vinha sendo manifestada por Witzel.  
A outra boa notícia para o tijucano e bairros vizinhos é que na próxima semana a região da Grande Tijuca irá ganhar uma base do Recom (Batalhão de Rondas Especiais e Controle de Multidões).
Críticas a Crivella

O governador voltou a dizer que o prefeito Marcelo Crivella precisa trabalhar em parceira com o Governo do Estado. “A Prefeitura começou ajudando, agora não quer ajudar mais. Eu peço que o nosso prefeito tenha um pouco de sensibilidade para que a gente possa trabalhar em conjunto. As instituições tem que trabalhar em conjunto. É difícil você trabalhar com quem não quer trabalhar com você. Estamos aqui para ajudar, não para atrapalhar”, criticou.

Combate ao crime

Witzel disse que o estado vem se desdobrado para impedir a entrada de drogas e armas. “Enquanto a gente não enfrentar o tráfico nas fronteiras do país, vamos fazendo nossa parte aqui nas barreiras do Rio. Há anos que a política de tráfico de armas é insuficiente para impedir a entrada de armas no Brasil. Precisamos rever essa política, precisamos agir com rigor. Precisamos agir com parceria com as polícias locais e aí sim nós teremos uma diminuição mais efetiva da quantidade de mortes”, falou.