Esportes

Weverton relembra início de carreira e conta que não começou como goleiro: ‘Fui só porque era alto’

O camisa 21 contou histórias do começo da sua jornada e revelou que nem sempre atuou como arqueiro

Weverton relembra início de carreira e conta que não começou como goleiro: ‘Fui só porque era alto’

Referência técnica do atual elenco do Palmeiras, o goleiro Weverton deu seus primeiros passos no futebol em Rio Branco, no Acre. Decisivo nas principais conquistas recentes do Verdão, o arqueiro revelou, em entrevista concedida à TV Palmeiras Plus, que atuava como atacante no início da sua carreira.

– Minha história é engraçada. Sempre gostei e joguei futebol, mas nunca pensei que seria goleiro. Comecei minha carreira jogando na linha e isso até me facilitou a ter maior controle com a bola no pé atualmente. Esse período jogando na linha, querendo ou não, me ajudou muito. Mas, chegou uma hora que meu técnico pediu para eu não jogar mais como atacante porque sabia que eu não iria muito longe – comentou o goleiro.

Além da eficiência na meta palmeirense, o camisa 21 ganhou destaque pela qualidade não só na saída de bola da defesa, como também na construção de jogadas ofensivas, com lançamentos precisos.

Weverton ainda contou que um dos principais motivos para ter começado a treinar como goleiro foi por conta de sua altura.

– Teve um dia que o goleiro faltou no treino lá do clube da minha cidade e precisavam que alguém jogasse na posição. Como eu era um dos mais altos, acabou que eu tive que ir para o gol. Um cara que era dono de um clube melhor lá em Rio Branco me chamou para fazer um teste e eu cheguei a falar para ele que não era goleiro e não podia ir, que só estava jogando na posição porque alguém tinha faltado. Ele acabou me convencendo e fui. Deu no que deu e virei goleiro até hoje – disse.

Por fim, o jogador falou sobre a admiração que tem pelo ex-goleiro Marcos, um dos principais nomes da história do Palmeiras. Segundo Weverton, é um sonho atuar no mesmo clube que o campeão da Libertadores em 1999.

– Quando você passa a ser goleiro começamos a ter algumas referências. Sempre fui muito fã do Marcão, muito pelo fato dele ser ídolo não só da torcida palmeirense, mas de todas as torcidas. Ele foi um grande goleiro que me inspirou muito. Fico extremamente feliz de estar jogando na posição que ele jogou e estar vestindo a camisa do Palmeiras como ele. É a realização de um sonho estar vivendo isso – completou.

Desde 2018 no Alviverde, Weverton participou da conquista de quatro títulos: Campeonato Brasileiro 2018, Paulista 2020, Libertadores 2020 e Copa do Brasil 2020. O arqueiro esteve em campo pelo clube em 198 oportunidades e já acumula alguns recordes, como o de atleta com mais vitórias pela Verdão na Libertadores, com 28 triunfos.


Saiba mais
+ Morre a atriz Noemi Gerbelli, a diretora Olívia da novela 'Carrossel', aos 68 anos
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais