Brasil

Weintraub depõe por escrito e se nega a responder perguntas

Crédito: Pedro Ladeira

RESISTENTE O ministro Abraham Weintraub vinha se recusando a obedecer Bolsonaro na entrega de cargos ao Centrão (Crédito: Pedro Ladeira)

SÃO PAULO, 4 JUN (ANSA) – O ministro da Educação, Abraham Weintraub, compareceu na tarde desta quinta-feira (4) à Polícia Federal para prestar depoimento sobre suspeita de racismo contra chineses. No entanto, segundo fontes, ele entregou suas declarações por escrito e se negou a responder perguntas das autoridades.

O ministro do governo de Jair Bolsonaro é acusado de crime de racismo após publicar em sua conta no Twitter um post satirizando o jeito de falar dos chineses.

O tuíte provocou polêmica e uma forte reação da embaixada da China no Brasil. O inquérito tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), sob relatoria do ministro Celso de Mello, e foi aberto a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). A defesa de Weintraub havia pedido o adiamento com base no artigo 221 do Código de Processo Penal, que prevê a prerrogativa de ministros de Estado de ajustar o melhor dia e horário para serem ouvidos pela autoridade policial.

Mello afirmou, porém, que tal prerrogativa somente se aplica se o ministro de Estado for vítima ou testemunha de um crime, e nunca se for suspeito de praticá-lo.

“Prestei depoimento à PF, em respeito à Polícia. Fui muito bem recebido pelo diretor-geral Rolando e por toda sua equipe.

Agradeço especialmente a você, que me apoia na luta pela liberdade!”, escreveu Weintraub na mesma rede social após deixar a sede da PF, em Brasília, carregado por apoiadores. (ANSA – Com informações da Agência Brasil)

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Esqueça o 7 a 1: idade do seu cão pode ser muito maior do que você imagina
+ Receitas fáceis com abóbora: saiba como preparar cada tipo
+ Dançarina é condenada 3 anos de prisão por causa de vídeos no TikTok
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior