Comportamento

Web do Eurovision em Israel é hackeado com falso aviso de ataque

Web do Eurovision em Israel é hackeado com falso aviso de ataque

Defesa antiaérea de Israel dispara mísseis para interceptar foguetes - AFP/Arquivos

Alguns hackers conseguiram veicular um falso aviso de ataque com foguetes na transmissão pela internet de uma semifinal do festival de música Eurovision, um incidente que a emissora pública de Israel atribuiu ao grupo Hamas.

A cobertura on-line do KAN da primeira semifinal de terça-feira à noite em Tel Aviv foi interrompida pelo que pareciam ser imagens de satélite da cidade costeira sobrepostas com gráficos de uma nuvem de fumaça sugerindo um ataque de foguete.

As imagens terminaram com o som de um alarme antiaéreo e uma mensagem em inglês que se assemelhava a um alerta militar israelense de ataque iminente.

A cobertura televisiva não foi afetada.

“Em determinado momento, aparentemente o Hamas, tomou o controle da nossa transmissão digital”, disse o chefe do KAN, Eldad Koblenz.

“Estou satisfeito em dizer que em questão de minutos conseguimos superar o ataque”, declarou em entrevista à rádio do exército israelense.

“Acho que foi a vitória mais rápida de Israel sobre o Hamas da história”.

Israel organiza a 64ª edição do festival Eurovision graças à vitória da cantora Netta Barzilai no ano passado.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Após se aposentar da Globo, Sérgio Chapelin aparece com novo visual; veja
+ Nick Cordero morre aos 41 anos, vítima de complicações da Covid-19
+ Hamilton bateu de novo em Albon; veja memes da F1
+ Pandemia adia cirurgia e saúde de Schumacher piora
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior