Edição nº2577 17/05 Ver edições anteriores

Waze aposta em pequenas empresas para crescer no Brasil

Crédito: André Cardozo

Brasil está entre os cinco primeiros no ranking de uso do Waze (Crédito: André Cardozo)

Em evento para a imprensa realizado ontem em São Paulo, o Waze compartilhou alguns dados inéditos da plataforma e revelou planos para os próximos meses. Primeiro, alguns números.

  • O Waze está oficialmente no Brasil desde 2016 e atualmente funciona em 185 países e 52 idiomas
  • O app orienta a navegação de 78 milhões de quilômetros por dia
  • Mais de 30 mil voluntários acrescentam informações aos mapas na comunidade de usuários do Waze; 2 mil no Brasil
  • O Waze tem 4,5 milhões de usuários ativos em São Paulo e 1,7 milhão no Rio de Janeiro
  • No Brasil, 20% das navegações têm como destino algum tipo de estabelecimento comercial

É neste último dado que o Waze aposta para aumentar sua receita no Brasil.

A empresa aposta em uma plataforma que permite que donos de bares, restaurantes, lojas e outros estabelecimentos de pequeno porte anunciem no app de forma barata e fácil.

“A empresa não precisa nem ter site para anunciar, afinal muitas PMEs não têm site. E o investimento começa em 8 reais por dia”, observou Fernando Belfort, head da área de PMEs do Waze, durante o evento.

O Waze aposta ainda nos dados das atividades dos usuários para tornar suas ações de publicidade mais assertivas. No evento, a empresa divulgou uma lista dos tipos de estabelecimento comercial mais visitados pelos usuários, conforme slide abaixo.

Waze compila dados dos locais visitados pelos usuários do app (Crédito:André Cardozo)

Dessa forma, o Waze tem a estratégia de se colocar para o mercado como uma plataforma que pode ser usada para publicidade a partir de informações sobre o deslocamento, em vez de apenas localização. “Há uns 15 apps que sabem onde você está, mas apenas o Waze sabe para onde você vai”, observa Eduardo Paraske, head de marketing do Waze para a América Latina.

Tópicos

Waze

Mais posts

Ver mais

Copyright © 2019 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.