Esportes

Wayne Rooney recusa negociação com Everton e seguirá no comando do Derby

O técnico do Derby County e ex-jogador da seleção inglesa Wayne Rooney recusou uma entrevista para assumir o cargo de técnico do Everton, clube em que estreou na elite do futebol inglês, para ficar com sua atual equipe na segunda divisão, anunciou nesta sexta-feira em entrevista coletiva.

“O Everton entrou em contato com meu agente para me pedir uma entrevista para o cargo vago (de técnico). Eu recusei”, disse o ex-capitão da Inglaterra e do Manchester United.


“Tenho uma tarefa a cumprir no Derby e é uma tarefa importante para mim”, justificou ao explicar a sua recusa a voltar a Goodison Park, onde esteve como jogador em duas etapas (2002-2004 e 2017-2018).

Seu desafio é manter o Derby na segunda divisão. O clube está em penúltimo por enquanto, oito pontos atrás do primeiro time fora da zona de rebaixamento, depois de ter 21 pontos retirados devido a problemas financeiros.

O Derby sofreu uma intervenção judicial em setembro e pode não ter meios para terminar a temporada.

A liga inglesa de futebol deu na quinta-feira um mês ao clube para provar sua solvência.

Na Premier League, o Everton também está em apuros. Tem apenas quatro pontos acima da zona de rebaixamento, depois de uma sequência ruim (uma vitória nas últimas quatorze rodadas). Por isso, decidiu romper com o técnico Rafael Benítez em meados deste mês.

kca/smg/jnb/gf/dr/aam





Tópicos

ENG fbl