Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

Por Stephen Culp

NOVA YORK (Reuters) – As ações dos Estados Unidos encerraram em baixa nesta segunda-feira, com poucos catalisadores para alimentar o humor dos investidores à medida que se aproximam da metade de um ano em que os mercados de ações foram atingidos por preocupações com a inflação e aperto na política monetária do banco central norte-americano.

O índice S&P 500 fechou em queda de 0,30%, a 3.900,11 pontos. O Dow Jones caiu 0,20%, a 31.438,26 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuou 0,72%, a 11.524,55 pontos.

Os principais índices acionários dos EUA perderam terreno após oscilar mais cedo na sessão, com fraqueza em papéis de megacapitalização sensíveis à taxa de juros, como Amazon.com, Microsoft Corp e Alphabet Inc fornecendo o maior peso.

“A razão para a falta de direção nesta semana e na próxima é que investidores estão de olho em o que vai acontecer no período de balanços do segundo trimestre”, disse Sam Stovall, estrategista-chefe de investimentos da CFRA Research em Nova York.

Todos os três índices estão a caminho de registrar dois declínios trimestrais consecutivos pela primeira vez desde 2015. Também parecem a caminho de registrar queda em junho, o que marcaria três meses consecutivos de perdas para o índice de tecnologia Nasdaq, sua maior sequência de perdas também desde 2015.

O aumento dos preços do petróleo ajudou a colocar as ações de energia na frente, com papéis de baixa capitalização economicamente sensíveis e semicondutores e transportes também superando o mercado mais amplo.

Entre os 11 principais setores do S&P 500, oito fecharam o pregão em território negativo, e consumo discricionário sofreu a maior perda percentual. As ações de energia foram as que mais obtiveram ganhos, com alta diária de 2,8%.

tagreuters.com2022binary_LYNXMPEI5Q0UI-BASEIMAGE