Tecnologia & Meio ambiente

Vulcão peruano Sabancaya inicia erupção após 18 anos de inatividade

Vulcão peruano Sabancaya inicia erupção após 18 anos de inatividade

(Arquivo) Visão do campo de Uchumayo com o vulcão Misti ao fundo em 12 de janeiro de 2012 - AFP/Arquivos

O vulcão Sabancaya, no sul do Peru, iniciou um novo processo eruptivo após 18 anos inativo, afirmaram especialistas na terça-feira, acrescentando que foi declarado um alerta amarelo preventivo ante uma possível emergência.

Na primeira semana de outubro, foi registrado um aumento notório de sismos associados à subida do magma. Em 6 de novembro, uma explosão deu início ao novo processo eruptivo, disse em um comunicado o Comitê Técnico-científico para a Gestão do Risco Vulcânico da região Arequipa.

“Após este evento, se começou a observar uma atividade fumarólica intensa, composta por gases de coloração esbranquiçada (vapor de água) e cinzas”, acrescenta a nota.

Os especialistas recomendam manter o alerta amarelo – que faz um chamamento à preparação para uma emergência -, evitar se aproximar da zona da cratera e das diferentes fontes de emissão de fumarolas situadas no lado norte do vulcão.

De acordo com o registro dos vulcanólogos, as cinzas se dispersam em direção ao sul, com uma coluna eruptiva de cerca de 1.500 metros de altura sobre a cratera e um raio de dispersão de cinco quilômetros, o que afetaria as casas localizadas ao sul do vulcão.

O Comitê afirmou que o povoado mais próximo ao vulcão se encontra 20 km ao nordeste, no Vale do Colca, uma das zonas mais turísticas de Arequipa, aonde chegam diariamente dezenas de pessoas para observar o voo dos condores ao amanhecer.