Esportes

Volgogrado é a cidade mais ‘soviética’ da Copa do Mundo

MOSCOU, 13 JUN (ANSA) – Considerada a cidade mais soviética da Rússia, Volgogrado saiu das ruínas provocadas pela Segunda Guerra Mundial para sede da Copa do Mundo de 2018.   

Volgogrado, ex-Stalingrado, foi fundada em 1589 e fica às margens do rio Volga, cerca de mil quilômetros a sudoeste da capital da Rússia, Moscou. A cidade é conhecida por ter sido palco de uma das maiores batalhas terrestres da história e uma das mais sangrentas, em 1942, que durou 200 dias e ocasionou a morte de cerca de 2 milhões de pessoas. A batalha com os alemães marcou o ponto de virada da União Soviética na Segunda Guerra.   

Em Volgogrado, os turistas poderão visitar diversos monumentos de guerra, como o memorial de Mamaev Kurgan, que possui uma estátua de 85 metros de altura, e os palácios de época da cidade, que ainda oferece aos visitantes diversos parques e igrejas históricas, construídos antes da revolução bolchevique de 1917.   

O palco dos jogos na cidade será a Arena Volgogrado, que receberá quatro partidas da Copa do Mundo, todas da primeira fase. O estádio, que tem capacidade para 45 mil torcedores, é casa do Rotor Volgogrado, que disputa a segunda divisão do futebol russo. (ANSA)