Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Depois de suportar a pressão do futebol do exterior, o Internacional também conseguiu resistir ao assédio do Atlético-MG e, nesta sexta-feira, anunciou a renovação de Edenilson até dezembro de 2024. O volante optou em permanecer em Porto Alegre para seguir em visibilidade e buscar uma vaga na Copa do Mundo do Catar.

Edenilson ganhou aumento salarial para ampliar o vínculo que terminava no fim do próximo ano e o clube colorado impôs uma multa rescisória maior no contrato para evitar perder seu camisa 8 sem uma compensação financeira no futuro.

“O Sport Club Internacional comunica ter chegado a um acordo para renovar o contrato com o meio-campista Edenilson. O vínculo foi prorrogado por mais um ano, até dezembro de 2024”, anunciou o clube em suas redes sociais, fazendo enorme festa pelo acordo.

O jogador posou com uma camisa com o número 2024, alusão ao novo contrato e foi denominado de Super Ed pelo Inter, que mostrou diversos gols dele no clube. Edenilson está no Inter desde 2017, no qual disputou 254 partidas, anotando 38 gols e dando 31 assistências.

O bom trabalho rendeu convocações pelo técnico Tite e esse foi um dos argumentos do clube gaúcho para convencê-lo a permanecer. No Atlético-MG, ele teria forte concorrência com os titulares Jair e Allan para atuar como volante ou com Zaracho e Nacho Fernández caso quisesse atuar mais solto, como faz no Sul.

No Inter, o camisa 8 tem mais liberdade para atuar na frente, está sempre chegando ao ataque e ainda é o batedor oficial de pênaltis. Com a saída de Patrick para o São Paulo, ele deve ganhar ainda mais espaço na armação do time. Tudo isso pesou para Edenilson optar pela renovação, pensando em jogar com frequência ao longo do ano para convencer Tite a ser um dos 23 no Catar.