Esportes

Volante celebra bom ano no Caxias e quer acesso com o clube gaúcho

O meio-campista Juliano, ex-Internacional, Fortaleza, Goiás, Figueirense e CRB, pediu a manutenção da intensidade do time nas próximas semanas de olho na Série C

Volante celebra bom ano no Caxias e quer acesso com o clube gaúcho

Titular do Caxias e capitão da equipe neste ano de 2020, o volante Juliano, ex-Internacional, Fortaleza, Goiás, Figueirense e CRB, pediu a manutenção da intensidade do time nas próximas semanas. Segundo o jogador, a meta é melhorar ainda mais o rendimento nesta sequência da atual temporada, já que o objetivo principal é levar o clube para a Série C do Brasileirão.

– Estamos nos dedicando ao máximo para melhorar nosso rendimento em campo nesta sequência da temporada. O grupo tem se empenhado muito para continuar fazendo um bom ano e para crescer de produção dentro de campo.

Juliano ainda destacou o ótimo ano de 2020 que vem fazendo individualmente, não apenas dentro das quatro linhas, mas também em sua vida pessoal.

– Estou muito feliz com tudo que vem acontecendo comigo desde que cheguei ao Caxias. Tem sido um ano muito especial para mim dentro e fora de campo.

Nesta quinta-feira, o Caxias empatou com o Novorizontino, em 1 a 1, fora de casa, pela Série D do Brasileirão. O próximo compromisso será neste domingo, quando os gaúchos recebem o Marcílio Dias-SC, às 15h.

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Honda apresenta a Rebel CMX1100 para bater de frente com a Harley-Davidson
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel