Geral

Vítima de homofobia morre quase 2 meses depois de agressão

Vítima de homofobia morre quase 2 meses depois de agressão

Fábio passou mal na segunda-feira (13) e morreu um dia depois (Foto: Reprodução)


Fábio Raiol, vítima de homofobia em Salinópolis (PA), morreu e foi enterrado nesta terça-feira (14). A polícia ainda não encontrou os suspeitos pelas agressões que causaram o óbito do jovem de 27 anos.

+ ‘Fake News faz parte da nossa vida. Não precisamos regular’, diz Bolsonaro

+ Técnica em enfermagem é suspeita de beber cerveja em ambulância que transportava paciente

+ Casal cai de prédio e morre de forma misteriosa no Rio de Janeiro

Fábio sofreu o espancamento em 25 de julho, quando saiu para se encontrar com um homem. Ele foi encontrado por amigos em estado grave, desacordado e ferido.

A suspeita é que Fábio foi agredido por 4 homens por causa de homofobia, após um desentendimento, mas a Polícia Civil ainda não concluiu o inquérito.

Fábio ficou internado por muitos dias no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua. Depois recebeu alta, mas passou mal na segunda-feira (13), por causa de consequências da agressão, e dessa vez não resistiu.

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio