Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Mais um triste episódio de racismo em uma partida envolvendo Corinthians e Boca Juniors. No duelo de ida das oitavas de final da Libertadores, alguns torcedores da equipe argentina foram flagrados fazendo gestos racistas em direção à torcida corintiana.

+ GALERIA – Relembre 10 momentos marcantes de Jô no Corinthians

Seis torcedores do Boca Juniors foram identificados fazendo gestos racistas 15 minutos antes do apito inicial na Neo Química Arena. Cinco ‘hinchas’ argentinos foram identificados por torcedores corintianos e seguranças da Arena. Todos já foram detidos e conduzidos pela Polícia Militar até o Jecrim (Juizado Especial Criminal).

O sexto torcedor que foi flagrado fazendo gestos racistas na arquibancada destinada ao torcedores da equipe xeneize ainda não foi identificado.

+ TABELA – Timão avança? Confira e simule os jogos do Corinthians na Libertadores

Torcedores do Boca fazendo gestos racistas na Arena

Momento em que torcedores fazem gestos racistas para os torcedores do Timão (Foto: Reprodução / Internet)

Guilherme Vieira e Gabriel Ferreira foram os torcedores corintianos que identificaram e denunciaram aos seguranças da Arena o gesto racista por parte de torcedores do Boca. Um terceiro adepto do Timão, ainda não identificado, chegou ao Jecrim com novos vídeos para apresentar na denúncia.

Na fase de grupos, tanto no duelo na Neo Química Arena como no jogo da Bombonera, foram registrados gestos racistas por parte de torcedores da equipe xeneize. A Conmebol multou o Boca em 30 mil dólares (R$ 144 mil, na cotação atual) por conta de gestos racistas feito pelo torcedor Leonardo Ponzo à torcida do Corinthians, durante a vitória por 2 a 0 dos brasileiros.

No último dia 9 de maio, a Conmebol aumentou a punição para casos de racismo de 30 para 100 mil dólares (R$ 480 mil, na cotação atual). Porém, como o ocorrido na arena corintiana ocorreu antes da mudança no Código Disciplinar, o caso foi julgado internamente nos moldes antigos.

Torcedor sendo conduzido pela PM na Neo Química Arena

Torcedor sendo levado pela polícia (Foto: Fábio Lazaro / Lancepress)