Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A direção de um pronto-socorro de Rio Branco (AC) afastou duas técnicas de enfermagem que foram flagradas debochando de uma paciente que havia tentado suicídio. Em um vídeo, gravado por outra paciente que estava internada, é possível ouvir as mulheres comentando sobre o caso do paciente. As informações são do G1.

“Têm pessoas para fazer cirurgia, doenças graves, querendo se tratar, querendo se curar, viver, e a gente passando dor de cabeça com pessoa querendo morrer. O mundo é tão bom, a gente tem é que viver. Eu [quero viver] até quando Deus permitir, porque eu me amo”, disse uma das técnicas, dançando.

https://www.facebook.com/portalotempo/videos/603925144063315/

Na gravação é possível ouvir ainda as mulheres afirmando que a paciente tinha que ir para o Hospital de Saúde Mental (Hosmac), mas que por conta da reforma na unidade, estão sendo levadas para o PS.

Em nota ao G1, a direção do pronto-socorro afirmou que a unidade não compactua com esse tipo de conduta. “Os fatos estão sendo apurados para que todas as providências legais sejam tomadas garantindo o contraditório e ampla defesa. Por fim, reafirmamos a nossa finalidade em atender os casos de urgência e Emergência e enfatizamos o nosso compromisso com a saúde pública do Estado do Acre”, diz o comunicado.

Conforme a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre), um processo administrativo (PAD) vai ser aberto para apurar a conduta das servidoras que realizaram o atendimento da paciente.