Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Uma gravação divulgada nas redes sociais mostra os supostos operadores de drones falando sobre o uso de veneno no ataque contra apoiadores do PT e do PSD, na quarta-feira (15), em Uberlândia (MG). As informações são do Uol.

No evento, estavam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e também Alexandre Kalil, ex-prefeito de Belo Horizonte. Participantes afirmam ter sido atingidos por fezes e urina lançadas pelo drone.

No vídeo, um dos homens questiona se o drone apita quando o veneno acaba. O suposto controlador do equipamento afirma que havia despejado “dois litros só” e que ainda tinha bastante conteúdo para ser jogado. Um dos homens pede para que o líquido seja jogado em cima do palco.

De acordo com o G1, militantes seguiram o drone e identificaram três pessoas que poderiam estar controlando o equipamento. A Polícia Militar foi acionada, levando os suspeitos e apreendendo o drone. Segundo policiais, o líquido jogado era um produto químico para atrair moscas e muito usado em algumas lavouras.