Brasil

Vídeo registra sargento do Corpo de Bombeiros agredindo funcionárias em loja no DF

Crédito: Reprodução TV Globo

Sargento do Corpo de Bombeiros agredi funcionárias de loja no DF (Crédito: Reprodução TV Globo)


Um vídeo compartilhado nas redes sociais registrou um sargento do Corpo de Bombeiros agredindo funcionárias de uma loja em Taquatinga, no Distrito Federal. O caso aconteceu na última terça-feira (30).

Conforme apuração do G1, a vendedora que gravou o vídeo relatou que o bombeiro é Marcus Wiliian e é cliente de longa data do estabelecimento. Uma testemunha revelou que o motivo da irritação seria a demora para a entrega de um colete.

O militar chegou a arremessar o celular e a careira na direção de uma funcionária. De acordo com quem presenciou a cena, os objetos acertaram o braço da vítima.

Por meio de nota, o Corpo de Bombeiros disse que foi aberto um procedimento administrativo para analisar o caso. Ainda de acordo com o documento, o militar possui uma “ficha sem alterações disciplinares”, além do direito à ampla defesa e atendimento psicolígico.

“[…] Um fato totalmente atípico e inesperado em relação ao militar”.

Na parte que é possível ouvir a discussão, o sargento ameaça uma das funcionárias e lembra de um incidente passado.

“Você esqueceu o que aconteceu aqui? A outra me bloqueou. Quando eu vim da primeira vez, jogou meus materiais no chão, por falta de respeito”, ameaçou.

“Não me faça de palhaço não, não me faça de palhaço não, tá? Não me faça perder a paciência que eu meto a mão na cara, não me faça de palhaço não, tá?”.

Ao fazer a ameça de agressão física, uma das colaboradoras do comércio questionou: “mas você vai meter a mão na cara de quem? Porque você tá falando com uma senhora, você tá falando desse jeito”.

Marcus então caminha na direção da vendedora e responde.

“Vai me desafiar, pô. Vai me desafiar também, pô”, disse o bombeiro.

Com isso, a polícia foi acionada e após a chegada dos agentes a vendedora, inicialmente, optou por não registrar uma ocorrência contra o bombeiro. No entanto, ela esperava que o militar pedisse desculpas.

Como Marcus disse que não pediria desculpas por também ter sido ofendido, a funcionária decidiu prestar queixa na delegacia.


Saiba mais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua