O Dia

Vídeo: Após bate boca sobre caso Ágatha, policial youtuber agride jovem

Membro do movimento "Marcha Pelas Favelas" cobrou posicionamentos sobre ações dentro de comunidades

Crédito: Reprodução/ Twitter

Rio – O policial militar e youtuber Gabriel Monteiro agrediu um membro do “Marcha das Favelas” após o velório da menina Ághata, no cemitério de Inhaúma, na Zona Norte do Rio. Em um vídeo postado nas redes sociais, o rapaz se altera com as respostas do agente sobre as ações da PM dentro das comunidades. Ele se afasta do policial e se aproxima novamente questionando sobre as mortes resultadas por operações contra o tráfico de drogas. Toda a ação é filmada.

Durante uma breve discussão, o policial dá um soco no rosto do rapaz e foge.

 Em suas redes sociais, Gabriel diz que foi atraído para uma armadilha e no local foi ameaçado por uma multidão e teve o carro apedrejado.