Nesta quarta-feira, 6, em sessão na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) sobre o PL (Projeto de Lei) 1501/2023 que trata da desestatização da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), a polícia militar jogou gás de pimenta em manifestantes que eram contra o texto e que estavam fora da galeria, segundo relatos.

A sessão estava ocorrendo sob protestos dos sindicatos e movimento estudantil na parte da galeria. Os manifestantes pediam um plebiscito sobre o tema.

Houve um pedido para que a polícia militar esvaziasse o local. A sessão, então, chegou a ser paralisada até que a ordem fosse estabelecida.

 

Assista aos vídeos abaixo:

Elaborado pelo governador Tarcísio de Freitas (Republicanos), o texto está em tramitação desde o dia 18 de outubro e autoriza a transferência do controle acionário da empresa, além de estabelecer regras para quem assumir o comando da estatal.

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail

Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias