Geral

Vídeo: Mulher conta como escapou de assalto na Avenida Paulista e relato viraliza no TikTok

Crédito: Reprodução

Jéssica Peixoto divulgou um vídeo na quarta-feira (4) no seu perfil do TikTok e contou como conseguiu escapar de um assalto na Avenida Paulista, uma das mais movimentadas de São Paulo. O relato já tem 33,4 mil curtidas, 4.019 compartilhamentos e 929 comentários. As informações são do R7.

@jesspeixoto

Cuidado! Mais um tipo de golpe na Paulista, estejam atentos! #segurançapublica assalto #paulista #avenidapaulista #fy #fyp

♬ som original - Jess Peixoto

Jéssica inicia o vídeo relatando que está sempre em alerta porque já foi assaltada outras vezes. Depois, ela disse que, quando saiu do trabalho, foi em direção à estação Trianon-Masp. Nesse momento, ela percebeu que um homem suspeito mudou de direção e começou a segui-la.

Então, Jéssica desconfiou: “Como estava na virada da esquina e tinha que descer a rua Peixoto Gomide, eu não conseguiria mais ver se ele estava me seguindo ou não. Atravessei a rua para conseguir observar melhor, e ele realmente parou para ficar me olhando”.

Nesse momento, Jéssica percebeu que o suspeito estava se comunicando pelo celular com um outro homem que estava na mesma rua que ela. “Os carros estavam passando e não dava para atravessar. Eu virei a rua e entrei em uma cantina que frequento, expliquei a situação para o garçom e ficamos observando o cara na esquina para ver se ele ia atravessar ou não. Ele simplesmente não atravessou por cinco minutos e ficava lá esperando alguém passar.”

Com isso, a mulher afirmou que não tinha mais dúvidas de que seria assaltada e acionou a polícia. “Eles podiam estar me esperando, até porque me viram entrar na cantina.”

De acordo com ela, os suspeitos ficaram parados por cerca de três minutos e depois subiram em direção à avenida Nove de Julho. Pouco tempo depois, chegou uma viatura da polícia.

Como não localizaram os suspeitos, os agentes foram conversar com Jéssica. “Eles me disseram que esse tipo de golpe em que fica um olheiro na esquina da Paulista e um na rua seguindo está sendo comum.”

Jéssica relatou, ainda, que os agentes a informaram que o Primeiro Comando da Capital (PCC) estaria coordenando furtos na região da Paulista para aplicar o golpe do Pix, no qual o celular da vítima é roubado para realizar a transferência bancária.

No final do vídeo, Jéssica pede para que as pessoas tenham cuidado quando passarem pela região da Avenida Paulista.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) informou que o número de roubos e furtos disparou em São Paulo neste ano de 2022. Em março, houve um aumento de 25% nos registros desse crime em relação ao mesmo período de 2021. O crescimento foi de 9.548 casos em 2021, para 11.937, em 2022.