Geral

Vídeo: Manobrista é humilhado por empresário em Campinas

Crédito: Reprodução

Um empresário foi filmado humilhando e ameaçando um manobrista de um bar em Campinas, no interior de São Paulo. No vídeo, o homem chega a dizer que tem uma arma no carro e que irá atirar no rapaz. Além disso, diz ao funcionário que “o que ele ganha de salário, é o que ele gasta em um dia”. O caso ocorreu no último sábado (28), mas a imagens só vieram à tona nesta quinta-feira (3). A ocorrência foi registrada na Polícia Civil como injúria e ameaça.

Segundo boletim de ocorrência, o empresário Tiago Zoain Gonçalves, de 40 anos, teria estacionado o seu carro na calçada do bar, sendo informado pelo manobrista Jailton do Nascimento, de 30 anos, que não poderia parar ali. O rapaz se ofereceu para levar o carro ao lugar correto, e depois disso começaram às ofensas.

O vídeo foi feito por um dos clientes do bar e mostra o empresário apontando constantemente na direção de Jailton, fazendo sinal de arma com a mão algumas vezes.

“Dá a chave do carro aqui, vou pegar meu cano [arma] lá. Vou dar um tiro na cabeça desse merda aqui. Seu merda. Vai ver o tamanho do buraco que sai atrás da sua cabeça, seu bosta. Seu bosta do car*. Tira uma comigo, seu bosta do car* pra você ver […] Você é um merda. O que você ganha em um mês, eu gasto em um dia. Seu bosta”, afirmou o empresário ao manobrista.

Em contato feito pela EPTV, afiliada da TV Globo, em Campinas, Jailton afirma nunca ter tido problemas com clientes e que ficou com medo das ameaças. “Na hora eu fiquei [com medo]. O cara chega e fala que vai dar um tiro na cara, que tá com a arma no carro e o carro próximo dele. A gente não vai duvidar se tem arma ou não tem”, disse.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



No dia do ocorrido, a Polícia Militar foi acionada e não encontrou arma no veículo, mas mesmo assim orientou que o manobrista registrasse um boletim de ocorrência. Jailton relatou também um sentimento de impotência com as ofensas.

“Ser ofendido daquele jeito, ser ameaçado, e não poder fazer nada, estar de mãos atadas. Simplesmente minha reação foi de abaixar a cabeça e ficar ouvindo tudo aquilo. Sentimento de impotência de não poder fazer nada naquela hora. Não desejo que ninguém passe por isso”, contou.

Segundo informações do G1, após toda a confusão, Gonçalves deixou o local sendo levado pelo pai. Além disso, informam que o advogado que representa Jailton prepara uma representação para processar o empresário.

Veja também

+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS