O comediante Jaime Caravaca foi agredido durante uma apresentação de stand up após fazer uma piada sobre um bebê de três meses que estava na plateia. O pai da criança não gostou da atitude, subiu ao palco e ameaçou o humorista. O caso ocorreu na segunda-feira, 3, na Espanha.

O responsável pela agressão é Alberto Pugilato, um ativista de direita. Ele compartilhou uma foto do filho, de três meses, no X (antigo Twitter) com a legenda: “orgulho e alegria” . O comediante usou a imagem para abrir a sua apresentação e disse: “Nada nem ninguém pode impedir a possibilidade de ele ser gay e, quando crescer, se cansar de chupar p*u preto”.

Alberto Pugilato invadiu o palco e, segundo o jornal espanhol “Marca”, falou para o comediante: “Garanto que você vai se desculpar pelo que disse sobre meu filho de três meses e descobrirá que a vida real não é o Twitter”.

“Você acha que meu filho ia chupar o p*u de um negro? E agora? Diga na minha cara, aqui e agora”, completou Alberto. A confusão foi apartada por pessoas que estavam na plateia. Não houve registro de boletim de ocorrência sobre o caso.