Geral

Vídeo: Ciclista tem os pés amputados ao acionar explosivo deixado por criminosos em Araçatuba

Crédito: Reprodução

Um jovem, de 25 anos, que estava andando de bicicleta por Araçatuba (SP), nesta segunda-feira (30), teve os dois pés amputados após passar perto de um dos explosivos espalhados na cidade por criminosos durante a madrugada. As informações são do G1.

https://twitter.com/batista_junin/status/1432226150395285504

De acordo com o hospital Santa Casa, para onde a vítima foi levada, o homem passou por cirurgia e precisou ser intubado. Conforme a Polícia Militar, os artefatos possuem algum tipo de sensor e são ativados com a aproximação de pessoas.

Ao G1, o capitão da PM, Alexandre Guedes, disse que equipes especializadas da corporação estão investigando sobre o funcionamento desses artefatos. “A gente não sabe se é sensor de movimento, por aproximação. A gente está aguardando as informações exatas do Gate [Grupo de Ações Táticas Especiais] que está lidando com esses 14 pontos onde foram deixados os artefatos para dificultar o trabalho da Polícia Militar”, explicou o capitão.

Terror em Araçatuba

Durante a madrugada desta segunda-feira (30), homens fortemente armados invadiram e atacaram pelo menos três agências bancárias do centro de Araçatuba. De acordo com a PM, pelo menos três pessoas morreram.

Segundo relato de moradores nas redes sociais, após o ataque aos bancos e troca de tiros com a polícia, pedestres e motoristas foram abordados e feitos reféns. Em vídeos, é possível ver moradores da cidade amarrados em carros sendo feitos de “escudo humano” para a fuga da quadrilha.

https://twitter.com/RaR_Aguiar/status/1432205849590702083

O prefeito de Araçatuba, Dilador Borges (PSDB), afirmou em entrevista à TV Globo que comunicou o assalto ao governador João Doria (PSDB) durante a madrugada e a cidade recebeu reforço de segurança de Bauru, São José do Rio Preto e Presidente Prudente. Borges recomendou que a população aguarde em casa enquanto o trabalho da polícia é feito. A Polícia Militar também orientou que a população local não saia de casa.