Esportes

Vídeo: Árbitro aponta e agride jogadores com arma após final de partida de futsal

Crédito: Reprodução

Logos após o final de uma partida amadora de futsal teve uma confusão na Praia do Cassino, em Rio Grande do Sul, na última quarta-feira (26). No tumulto, o árbitro da partida sacou e apontou uma arma para jogadores. As imagens foram registradas, pois a partida era transmitida pelas redes sociais.

Ao G1, a delegada Lígia Marques Furlanetto, diretora da Delegacia de Polícia Regional de Rio Grande, disse que o árbitro é um policial militar, que não teve o nome divulgado.


“Tem um termo circunstanciado instaurado para apurar o crime de lesão corporal. Eu confirmo que foi um policial militar que teria desferido as agressões. Ele registrou uma ocorrência de ameaça contra a vítima de lesão corporal”, diz.

O g1 entrou em contato com a Brigada Militar e não havia obtido retorno até a última atualização desta reportagem.

Nas imagens é possível ver que jogadores da equipe É Us Guri são atingidos por coronhadas. De acordo com o time, um dos atletas precisou levar três pontos da cabeça por conta dos ferimentos, enquanto outro desmaiou e precisou ser levado para uma unidade de saúde.

Até o momento não se sabe o motivo pelo qual a confusão se iniciou, mas é possível ver que colegas de um jogador entram na quadra após o juiz dar um tapa no alambrado.

“Ele chamou o nosso atleta que estava fora de campo. No que o nosso atleta chegou perto da grade, ele deu um soco. Isso fez com que todos nós fôssemos ponderar”, relata outra testemunha, um dos integrantes da equipe, que prefere não ser identificado.

“Não teria nem porque querer briga com o juiz, porque a gente ganhou a partida. A invasão de campo se deu por conta dele ter agredido o nosso colega na tela. Mas a gente não tocou nenhum dedo nele”, conta o membro do time.

O caso foi remetido para a 3ª Delegacia de Polícia de Rio Grande, responsável pelas ocorrências na Praia do Cassino.