Mundo

Vídeo: ‘A morte dele não valeu a pena’, desabafa mãe de soldado ao enterra-lo

Crédito: Reprodução

Moradores de uma cidade na região de Donbas, atingida por ataques russos, se recusavam a sair, apesar de novos ataques, informou a emissora britânica Sky.

Confrontos particularmente ferozes têm ocorrido na cidade de Bakhmut, controlada pela Ucrânia nos últimos dias, junto com as cidades de Siverodonetsk e Avdiivka.


Bakhmut serve como um centro para os militares ucranianos e tropas adicionais estão sendo enviadas constantemente para impedir os avanços russos.

As tropas russas concentraram esforços na área, capturando território e deixando para trás fábricas e áreas residenciais destruídas, informou a Sky News.

Uma fábrica que fornecia aquecimento para cerca de 10.000 pessoas no distrito foi atacada, matando várias pessoas, incluindo um soldado.

Outros soldados falaram sobre como escaparam por pouco, incluindo um que estava enviando uma mensagem de áudio para um amigo quando o bombardeio aconteceu alguns metros à sua frente.

Soldados dizem que os russos estão atacando civis para instilar pânico, mas pessoas endurecidas pela batalha estão firmemente contra isso.

“Eles podem capturar território, mas não podem fazer de nós ucranianos seus escravos”, disse o morador local Anatoliy Klesch. “Nós nunca vamos cantar a melodia russa. É impossível, simplesmente impossível.”