Esportes

Vidal aposta no fator casa para a reação do Goiás no Brasileirão

Próximo compromisso do Esmeraldino é contra o Vasco, neste domingo, em Goiânia

Vidal aposta no fator casa para a reação do Goiás no Brasileirão

Com dois jogos a menos que boa parte de seus concorrentes, o Goiás se prepara para enfrentar o Vasco no próximo domingo em Goiânia com a esperança de encerrar o primeiro turno do Campeonato Brasileiro o mais próximo possível das equipes que estão fora da zona de rebaixamento. De acordo com o lateral-direito Vidal, triunfar dentro de casa é o primeiro passo para se iniciar uma reação na competição.

– A Série A é um campeonato extremamente competitivo, um dos mais equilibrados do mundo. Derrotarmos os adversários que vierem em Goiás nos enfrentarem será essencial para que possamos sair dessa situação. Seguiremos buscando pontuar fora, claro, mas se conseguirmos vencer em casa, teremos uma grande vantagem – disse.

As partidas atrasadas que o Goiás tem a cumprir são contra o São Paulo em casa e diante do Grêmio em Porto Alegre. Ainda sem data, os dois confrontos são sempre lembrados como possibilidades do clube obter vitórias e subir na classificação. Vidal espera que os jogos se realizem num momento em que a equipe já esteja numa fase melhor na competição.

– Talvez se os enfrentássemos há algumas rodadas teríamos mais dificuldades do que mais à frente. Creio que poderemos pontuar contra eles e isso será muito importante pra nós – definiu.

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel