Esportes

Victor Ferraz se despede do Santos: ‘Não imaginei que chegaria tão longe’

Trocado pelo Santos com o Grêmio, em negociação que envolveu a chegada de Madson à Vila Belmiro, Victor Ferraz comentou sobre o fim do mais marcante ciclo da sua carreira. Ele lembrou que se tornou o quarto lateral-direito que mais vezes defendeu o clube, em uma passagem iniciada em 2014, sendo capitão em parte desse período.

“Depois de 5 anos e meio, 265 jogos(quase 100 como capitão), alguns gols, assistências e títulos essa jornada chega ao fim. Admito que quando iniciei nesse clube, não imaginei que chegaria tão longe. Cheguei meio desconhecido vindo do Coritiba, e saio como o 4º lateral que mais vestiu essa camisa na história. Nada mal, né?”, escreveu o lateral, de 31 anos.

titular no time da Vila Belmiro na maior parte desse período, embora tenha sofrido com a concorrência de Pará na reta final do Campeonato Brasileiro. No total, foram 265 jogos disputados, com dez gols marcados. Além disso, foi campeão paulista duas vezes, em 2015 e 2016.

“Me despeço do clube com o sentimento de ter deixado tudo. Fica aqui minha gratidão eterna pela oportunidade de vestir essa camisa histórica. Eu entendi o que ela representa e vou respeitar esse escudo pra sempre. A todos aqueles que trabalharam comigo (jogadores, comissão técnica, funcionários do clube) espero de alguma forma ter impactado positivamente na vida de vocês e muito obrigado pelo que fizeram por mim”, acrescentou.

Em seu texto de despedida, Victor Ferraz reconheceu que nem sempre teve o apoio do torcedor santista, mas disse acreditar que sempre se dedicou para dar a volta por cima e receber o apoio das arquibancadas. E se declarou emocionado pela mudança de clube após marcar o seu nome na historia do Santos. Ele vai assinar um contrato válido por duas temporadas com o Grêmio após a realização de exames médicos nos próximos dias.

“Aos torcedores, obrigado pelos grandes momentos que tivemos juntos. Momentos difíceis? Sim, tivemos. Mas como não ter em 6 temporadas? Todos vão oscilar em tanto tempo, a grande diferença é que a maioria prefere sair nesses momentos e eu gostava de enfrentar essa pressão e dar voltas por cima. Me emocionei em alguns momentos por esse clube, e mais uma vez com lágrimas nos olhos eu me despeço de vocês”, concluiu.