Esportes

Vice-presidente do Suriname vira atleta mais velho a atuar em jogo internacional


Ronnie Brunswijk, vice-presidente do Suriname, bateu um recorde no futebol mundial. Aos 60 anos e 198 dias, ele se tornou o jogador mais velho a atuar no futebol profissional em uma partida internacional. Ele vestiu a camisa do Inter Moengo Tapoe, clube do qual é dono, pela Liga da Concacaf.

A partida marcou a estreia da equipe na competição, que equivale à Copa Sul-Americana da confederação que reúne os países da América do Norte, Central e Caribe. Ele ficou apenas 28 minutos em campo e depois viu do lado de fora sua equipe ser goleada por 6 a 0 para o Olimpía, de Honduras.

O dirigente é bastante controverso e folclórico em seu país. Foi um líder rebelde na década de 1980 e ficou famoso por participar de assaltos e depois distribuir dinheiro para a população. No final do jogo, inclusive, apareceu em um vídeo dando dinheiro no vestiário do Olímpia e até ganhou uma camisa do adversário.

O dirigente é bem conhecido no Suriname e chegou a ser guarda-costa do ex-ditador Desi Bouterse. Em 1999 ele foi condenado por um tribunal holandês a oito anos de prisão por tráfico de cocaína e até entrou para a lista de procurados da Interpol. Ex-militar, agora ele é vice-presidente do país.

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio