Geral

Vice mundial de natação é absolvido de doping e disputa vaga em Tóquio

Um dos principais velocistas da natação brasileira, Gabriel Santos poderá disputar vaga na Olimpíada de Tóquio, no Japão. Nesta sexta (14), a Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) absolveu o atleta do Esporte Clube Pinheiros de uma punição por doping recebida em julho do ano passado. Com isso, ele está liberado para participar da seletiva olímpica, realizada entre 20 e 25 de abril no Parque Aquático Maria Lenk (Rio de Janeiro).

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Gabriel foi flagrado em um exame antidoping realizado em São Paulo há nove meses, fora de competição, a pedido da Federação Internacional de Natação (Fina, na sigla em inglês). O exame detectou presença de Clostebol, agente anabólico proibido pela Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês), mesma substância que, em 2003, ocasionou o doping de Maurren Maggi, saltadora campeã olímpica cinco anos depois em Pequim, na China.

 Gabriel Santos. Trofeu Maria Lenk. Parque Aquatico Maria Lenk. 04 de Maio de 2017, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA
Gabriel Santos participará de seletiva olímpica no Parque Aquático Maria Lenk – Satiro Sodré/SSPress/CBDA

A Fina, à ocasião, puniu o nadador com suspensão por um ano. Com isso, Gabriel perdeu não só o Mundial de Esportes Aquáticos de Gwangju (China), como também os Jogos Pan-Americanos de Lima (Peru), ambos no ano passado. O CAS, porém, entendeu que o brasileiro não teve culpa ou negligência pela contaminação. A justificativa do paulista foi que teria usado uma toalha ou peça de roupa de seu irmão, cujo creme pós-barba continha Clostebol.

Aos 23 anos, Gabriel tentará vaga na segunda Olimpíada da carreira, ele competiu no Rio de Janeiro, em 2016. Após os Jogos, ele foi medalhista de prata no Mundial de Budapeste (Hungria) em 2017 e de ouro no Pan-Pacífico de Tóquio, sempre no revezamento 4×100 metros estilo livre. Sem o nadador, o quarteto brasileiro ficou em sexto lugar no Mundial de 2019.

Veja também

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Após cogitar ficar longe da TV, Edu Guedes estreia na Band e ‘rouba’ horario de Mariana Godoy

+ Uma moto 0km, desde 1977 na caixa, vai a leilão e valor pode chegar a mais de R$ 190mil

+ Kit transforma BMW R nineT em réplica de moto dos anos 1930

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea