Esportes

Vice do Galo pede respeito após festa da comissão de Sampaoli em meio à surto de Covid-19 no clube

Crédito: Reprodução Twitter

Lásaro Cândido, vice- presidente do Atlético-MG (Crédito: Reprodução Twitter)


O Atlético-MG passou vários meses como um dos clubes menos afetados pela Covid-19. No entanto, atualmente o galo vive um surto da doença entre o elenco e membros da comissão técnica. A situação ficou mais tensa após uma festa polêmica promovida pela comissão técnica do clube.

Após a derrota para o Athletico-PR por 2 a 0 no Mineirão, sem a presença de quatro titulares por infecção pelo coronavírus, o vice-presidente do galo, Lásaro Cândido, pediu “respeito ao coletivo” em publicação.

“Chutes, reza…ontem nada resolveu! Vida q segue!Tive contato c p menos um dos infectados, mas mantendo o distanciamento e sempre c máscara. Não tenho nenhum sintoma e o primeiro teste deu negativo.Quem trabalha no futebol, em tempos de pandemia,tem q pensar no coletivo. Respeito!”, escreveu.

O dirigente destacou ainda que teve contato com pelo menos um dos infectados pela Covid-19, mas sempre utilizando a máscara.

Com 20 pessoas infectadas entre comissão e elenco, a informação da rádio Itatiaia da festa promovida pelos auxiliares com pelo menos 60 pessoas não caiu bem na diretoria do clube.

O galo está na disputa pelo título do Brasileirão e vai enfrentar o Ceará, no Castelão, no próximo domingo (22). De acordo com a assessoria do clube, novos testes serão feitos e os resultados devem ser divulgados na próxima sexta-feira (20).