Tecnologia & Meio ambiente

Veterinários curam filhote de elefante ferido e abandonado pela sua manada na China

Veterinários curam filhote de elefante ferido e abandonado pela sua manada na China

Imagem aérea de 20 de junho de 2021 mostra elefantes migrantes no sul da China, enquanto descansavam perto da cidade de Yuxi - Yunnan Provincial Command of the Safety Precautions of the Migrating Asian Elephants/AFP/Arquivos


Um pequeno elefante da manada, cuja peregrinação prende a atenção da China, se feriu gravemente na pata, mas os veterinários conseguiram curá-lo, informou nesta terça-feira (13) a televisão pública.

A manada formada por 15 elefantes abandonou sua reserva natural, no sudoeste do país, e está se deslocando há vários meses pela província de Yunnan, fronteiriça com Laos e Mianmar.

Esta viagem mantém os chineses fascinados, a ponto de a televisão oficial CCTV transmitir ao vivo pela Internet até os menores gestos dos paquidermes.

Drones e agentes de segurança vigiam constantemente a manada, com o objetivo de evacuar a populações por onde passam e assim poder limitar os danos, que já alcançam mais de um milhão de euros (quase 1,2 milhão de dólares).

No sábado, alguns moradores informaram sobre a presença de um filhote de elefante ferido em uma pata, que perambulava solitário em uma plantação de chá.

O animal de 180 kg, nascido durante a peregrinação, foi abandonado pelos demais, de acordo com a CCTV.

Nas imagens, vários socorristas cercam o animal, agitados e debatendo-se entre eles. Depois, o carregam em uma van para levá-lo a um centro veterinário.

A ferida do pequeno elefante poderia ter sido fatal se não tivesse sido tratada a tempo, segundo o canal de TV.

Os elefantes selvagens são protegidos na China, com uma população calculada em 300 espécimes, contra menos de 200 na década de 1980. Eles se encontram exclusivamente na região tropical e turística de Xishuangbanna.

Os zoólogos ainda não conseguiram determinar o motivo da manada ter abandonado sua vasta reserva.

Mas seu trajeto conscientizou o público em geral sobre a perda de seu habitat e os desafios para sua sobrevivência, em um dos poucos lugares do mundo onde o número de espécimes selvagens está aumentando.

Veja também
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago