Max Verstappen sentiu, neste sábado, o “gostinho” da sua oitava pole na atual temporada de Fórmula 1, mas acabou vendo Lando Norris, da McLaren, “roubar” a volta mais rápida por uma diferença de 0s020. O holandês, no entanto, minimizou o fato de largar no Grande Prêmio da Espanha na segunda colocação e elogiou o desempenho do carro da Red Bull.

“Acho que tudo foi um pouco melhor, ao longo do fim de semana, tentei achar o equilíbrio ideal, mas às vezes é isso que acontece. No geral, estou satisfeito com o desempenho. Os ventos dificultaram as coisas no Q3, mas tivemos um bom desempenho”, afirmou.

Verstappen não conquista a pole desde o GP de Emilia-Romagna As duas últimas foram de Charles Leclerc, da Ferrari, e George Russell, da Mercedes.

“No final das contas, nunca são poles fáceis, porque você está sempre em uma batalha consigo mesmo. Agora temos outras equipes disputando conosco, e isso é muito bom para a Fórmula 1. Mas é ótimo sempre estar brigando pela pole”, disse.

Assim como vem ocorrendo em quase toda a temporada, o desempenho de Sérgio Pérez foi bem abaixo ao de Verstappen. O mexicano, da Red Bull, largará apenas no 11º lugar. Ele terminou em nono, mas sofreu uma punição, que o tirou das dez primeiras posições.

“Foi bastante complicado. Nós lutamos inicialmente, mas queimamos os pneus um pouco rápido demais. Vamos começar a corrida em 11º, o que faz com que seja tudo muito difícil. Vamos nos esforçar o máximo para dar o melhor que podemos para a equipe”, completou.

A largada para o GP da Espanha está prevista para este domingo, às 10h (de Brasília).