Esportes

Verstappen ataca queda da Ferrari: ‘Acontece quando você para de trapacear’

O holandês Max Verstappen, da Red Bull, ironizou os resultados recentes da Ferrari nas últimas corridas da Fórmula 1. Após ser terceiro colocado no GP dos Estados Unidos, em Austin, o jovem piloto de 22 anos comemorou ter superado os dois carros da Ferrari e atribuiu o resultado ao possível fim de uma trapaça feita pela equipe italiana em provas anteriores deste campeonato.

Antes da corrida, a Red Bull havia pedido à Federação Internacional de Automobilismo (FIA) um esclarecimento formal das regras técnicas sobre o fluxo de combustível para o motor. A atitude foi tomada depois de a equipe suspeitar que a Ferrari pudesse se beneficiar de algum procedimento irregular nesse aspecto. Apesar disso, não houve investigação formal sobre a escuderia italiana.

“Foi analisado corretamente agora, mas temos que ficar de olho nisso”, disse Verstappen ao canal holandês de televisão Ziggo Sport. “É isso o que acontece quando você para de trapacear”, completou o piloto, ao ser questionado se depois da reclamação, a Ferrari de fato perdeu rendimento.

Verstappen e a Red Bull ficaram desconfiados de que a Ferrari estava com alguma vantagem depois de ter conquistado cinco pole positions seguidas e vencido três provas depois das férias de verão na Europa. No entanto, o holandês desbancou nos Estados Unidos a dupla formada por Sebastian Vettel e Charles Leclerc, ao subir o pódio – o alemão abandonou a corrida e o monegasco ficou em quarto. A prova foi vencida por Valtteri Bottas, com Lewis Hamilton em segundo lugar. O resultado deu ao inglês seu sexto título mundial na carreira.

No campeonato, o holandês está na quarta posição, apenas 14 pontos atrás de Leclerc. Restam ainda duas provas para o encerramento da temporada. A próxima etapa, inclusive, será no Brasil, em Interlagos. A corrida está marcada para o próximo dia 17.