Esportes

Verratti tentará ‘de tudo’ para estar com o PSG na final da Liga dos Campeões

O meia Marco Verratti, que se recupera de uma lesão na panturrilha, vai “fazer tudo o que puder” para estar com o PSG na final da da Liga dos Campeões contra o Bayern de Munique, em Lisboa, no domingo.

Depois de entrar aos 83 minutos da semifinal contra o RB Leipzig (3 a 0), tendo ficado de fora das quartas final contra o Atalanta (2 a 1), o jogador italiano disse nesta quinta-feira que está “melhor”, durante videoconferência do hotel PSG em Lisboa.

“Comecei suavemente com a equipe. Foi uma lesão um pouco difícil de digerir, pois surgiu de uma maneira um pouco estranha. Continuei trabalhando e fazendo terapia para chegar da melhor maneira possível” para a partida contra o Leipzig, explicou.

Para a final, “é o treinador quem vai tomar a decisão, mas farei de tudo para estar no grupo”, acrescentou.

No PSG desde 2012, Verratti viveu as decepções da equipe nas temporadas anteriores na Liga dos Campeões.

“É uma sensação incrível estar na final. Estou aqui há oito anos. Antes era difícil, é normal porque é sempre assim na Liga dos Campeões. Este ano, até agora, fizemos uma jornada incrível. Agora temos mais 90 minutos pela frente, os mais importantes da nossa carreira profissional e da história do clube”, concluiu.

yk/dr/lca

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ 10 coisas que os pais fazem em público que envergonham os filhos
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel