Esportes

Verba dos direitos de transmissão aumenta a pressão pela volta do Paranaense

DAZN ainda não quitou toda a verba referente ao torneio e avisou que só paga quando a competição recomeçar

Verba dos direitos de transmissão aumenta a pressão pela volta do Paranaense

O drama sobre o retorno do Campeonato Paranaense continua a todo vapor nos bastidores do futebol local. Se os clubes tentam um acordo com o governo, eles também demonstram a preocupação com os direitos de transmissão, que estão ligados ao DAZN.

Assim que assinaram contrato com a empresa, cada time iria receber R$ 370 mil pelos jogos, mas como a interrupção ainda falta R$ 100 mil para serem quitados por clube, segundo o site Tribuna do Paraná.

Pelo lado do DAZN, a empresa já afirmou aos clubes que só vai pagar o valor restante assim que os jogos forem retomados. Além disso, para evitar o prejuízo, o serviço de streaming quer a volta da competição para cumprir o contrato.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Inicialmente, o torneio seria retomado no próximo dia 15, mas essa possibilidade está descartada. Sendo assim, os dirigentes esperam que até o dia 19 de julho os jogos recomecem.
O maior temor é que a competição fique encavalada junto ao Campeonato Brasileiro, que está marcado para o fim de semana dos dias 8 e 9 de agosto.
Calendário
Com a Fase de Classificação encerrada, restam apenas oito times no torneio para a disputa do mata-mata. Ou seja, Federação Paranaense e clubes precisam disponibilizar mais seis datas.

Veja também

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Jack Daniel’s com maçã começa a ser vendido no Brasil

+ No Twitter, aparecem fotos do navio que transportou nitrato de amônio para Beirute

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?