Mundo

Venezuela suspende expulsão de embaixadora da União Europeia

ROMA, 2 JUL (ANSA) – O governo venezuelano decidiu nesta quinta-feira (2) suspender a expulsão da embaixadora da União Europeia (UE) em Caracas, após concordar com a necessidade de manter as relações diplomáticas com o bloco, segundo comunicado conjunto.   

“O governo venezuelano decidiu cancelar a decisão tomada em 29 de junho de declarar a embaixadora Isabel Brilhante Pedrosa uma persona non grata”, diz a nota do ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, e do chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, após conversa telefônica.   

Na última segunda-feira (29), o presidente venezuelano Nicolás Maduro concedeu 72 horas para a diplomata portuguesa deixar o país em resposta às novas sanções impostas pela UE contra 11 autoridades venezuelanas chavistas.   

No entanto, durante o telefonema, ambos “concordaram com a necessidade de manter o quadro das relações diplomáticas, especialmente nos momentos em que a cooperação entre os dois lados pode facilitar o caminho do diálogo político”.   

De acordo com o texto, Arreaza e Borrell também decidiram promover contatos diplomáticos entre as partes nos níveis mais altos, dentro da estrutura de cooperação sincera e respeito ao direito internacional”. (ANSA)

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Veja também

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?