Mundo

Venezuela denuncia ‘atos de violência’ contra missão diplomática em Lima

Venezuela denuncia ‘atos de violência’ contra missão diplomática em Lima

Imagem de arquivo da embaixada da Venezuela em Lima, em 11 de agosto de 2017 - AFP/Arquivos

O governo do presidente Nicolás Maduro exigiu neste domingo (21) que o Peru proteja a “integridade” dos diplomatas venezuelanos no país, denunciando “atos de violência” contra sua sede consular em Lima durante um protesto no sábado.

A Venezuela denunciou “atos de violência contra a integridade da Missão Diplomática e Consular da Venezuela em Lima (…) diante da atitude contemplativa e falta de ação por parte das forças de segurança”, segundo comunicado divulgado pelo Ministério das Relações Exteriores.

Na noite de sábado, dezenas de pessoas protestaram em Lima o assassinato de um peruano na Colômbia, supostamente nas mãos de criminosos venezuelanos. Eles exigiam justiça e pediam a expulsão de estrangeiros ilegais, de acordo com a mídia local.

Em um dos vídeos compartilhados nas redes sociais, um dos manifestantes gritava “leve sua gente”, “isso é uma merda”, enquanto apontava para o portão da sede diplomática na capital peruana.

Diante dos fatos, o governo da Venezuela “exige que as autoridades peruanas garantam a integridade do pessoal diplomático e consular da Venezuela, assim como a segurança de suas sedes e instalações” e “exige pleno respeito pela integridade dos cidadãos venezuelanos que vivem no país”.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

“Condenamos o cruel assassinato do jovem peruano Silvano Oblitas Cántaro, ocorrido na Colômbia. Esperamos que as autoridades colombianas façam uma investigação rigorosa das circunstâncias que levaram a este lamentável crime e que os responsáveis sejam levados à justiça, independentemente de sua origem ou nacionalidade”, acrescentou o comunicado.

A percepção em Lima, que tem uma população de cerca de 10 milhões, é que existe uma relação entre o aumento da criminalidade e a presença massiva de venezuelanos, indicou um levantamento da consultoria Ipsos.

Devido à crise sofrida pela ex-potência petrolífera, mais de 850 mil venezuelanos foram para o Peru, entre os 5 milhões que migraram desde o final de 2015, segundo a ONU.

Veja também

+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Jogadora de Call of Duty de 19 anos, é assassinada a facadas em São Paulo
+ Em entrevista Andressa Urach relembra episódio em que praticou zoofilia
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cataratas do Niágara congelam e as imagens são incríveis
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica

v