Economia

Vendas do Dia das Mães devem apresentar queda em 2016, diz ACSP


As vendas físicas nacionais no Dia das Mães, segunda data comercial mais relevante para o varejo, devem apresentar queda ante o mesmo período do ano passado. A expectativa é da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

Para a entidade, o recuo deverá ser maior no segmento de bens duráveis e o consumidor vai optar por itens de menor valor, comprados à vista. “Os setores de móveis e eletrodomésticos serão muito prejudicados porque o consumidor está inseguro e avesso a riscos. Ele não tem confiança para se endividar neste momento, pois não acredita na recuperação da economia”, argumentou o presidente da ACSP, Alencar Burti, em nota.

Burti ainda comentou que mesmo na área de vestuários e calçados não há garantia de boas vendas, pois o desempenho dependerá muito de como estarão as temperaturas nos dias próximos ao Dia das Mães. “A moda outono-inverno ainda não deslanchou justamente por causa do forte calor que tem feito”, afirmou.

Veja também
+ Policial militar mata a tiros quatro pessoas em pizzaria de Porto Alegre
+ Mãe de Eliza Samudio diz que Bruno não paga pensão e que filho do goleiro se sente culpado pelo crime
+ Deputado dos EUA sugere mudar órbita da Lua para combater aquecimento
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Faustão é internado em hospital de SP
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago