Economia

Vendas de moradias da China sobem 0,4% entre janeiro e julho; é a 1ª alta em 2020

As vendas de moradias na China tiveram expansão de 0,4% entre janeiro e julho ante igual período do ano passado, à medida que a segunda maior economia do mundo se recupera da pandemia de coronavírus, segundo dados do Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês) do país. Trata-se do primeiro resultado positivo neste ano. No primeiro semestre, as vendas acumulavam queda de 2,8% na comparação anual.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

Já os investimentos no desenvolvimento de projetos imobiliários tiveram expansão anual de 3,4% nos primeiros sete meses de 2020, após subirem 1,9% na primeira metade do ano.

As construções iniciadas – considerando-se tanto residências quanto propriedades comerciais – diminuíram 4,5% no confronto anual do período de sete meses. No primeiro semestre, porém, o recuo anual neste segmento havia sido mais intenso, de 7,6%.

Veja também

+Cidadania divulga calendário de pagamentos da extensão do auxílio emergencial

+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ “Seu gostoso”, comenta Anitta em foto de Maluma

+ Carolina Dieckmann comemora aniversário de ex-marido com homenagem

+ Adriane Galisteu abre closet durante arrumação e impressiona fãs

+ 7 hábitos diários de quem atrai relacionamentos longos

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea