Economia

Vendas de moradias da China sobem 0,4% entre janeiro e julho; é a 1ª alta em 2020

As vendas de moradias na China tiveram expansão de 0,4% entre janeiro e julho ante igual período do ano passado, à medida que a segunda maior economia do mundo se recupera da pandemia de coronavírus, segundo dados do Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês) do país. Trata-se do primeiro resultado positivo neste ano. No primeiro semestre, as vendas acumulavam queda de 2,8% na comparação anual.

Já os investimentos no desenvolvimento de projetos imobiliários tiveram expansão anual de 3,4% nos primeiros sete meses de 2020, após subirem 1,9% na primeira metade do ano.

As construções iniciadas – considerando-se tanto residências quanto propriedades comerciais – diminuíram 4,5% no confronto anual do período de sete meses. No primeiro semestre, porém, o recuo anual neste segmento havia sido mais intenso, de 7,6%.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Veja também

+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Os 4 signos mais psicopatas do zodíaco
+ Cataratas do Niágara congelam e as imagens são incríveis
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica