Economia

Venda de papelão ondulado cresce 4,15% em novembro, mostra prévia da ABPO

As vendas de papelão ondulado utilizados em embalagens – caixas, acessórios e chapas – cresceram 4,15% em novembro ante igual período do ano anterior, totalizando 322.595 toneladas, de acordo com dados prévios divulgados pela Associação Brasileira do Papelão Ondulado (ABPO). Na comparação com outubro, porém, foi apurada queda de 3,42%. O desempenho representa o maior nível de expedição para novembro desde 2005.

Em nota, a associação aponta que com o mesmo número de dias úteis em relação ao ano anterior (24 dias), em novembro a produção por dia útil também cresceu 4,15% no comparativo anual, para 13.441 toneladas, nível recorde da série histórica. Frente a outubro, com 26 dias úteis, foi registrada alta de 4,63%.

Considerando dados dessazonalizados, a expedição de papelão ondulado no país cresceu 0,8% no mês passado na comparação anual, para 310.844 toneladas.

Segundo a ABPO, este é o quinto avanço consecutivo da expedição e o maior resultado desde junho de 2018, período em que o País ainda se recuperava da greve dos caminhoneiros.

No acumulado do ano até novembro, as vendas registram acréscimo de 1,11%, para 3.316.599 toneladas.