Esportes

Veja como ficaria o ‘time dos sonhos’ do Corinthians com possíveis novos reforços

Em um mesmo dia, o torcedor do Timão ficou sabendo do interesse em Willian, do Arsenal, e da rescisão de Roger Guedes, na China. Mas será que dá para jogar todo mundo?

Veja como ficaria o ‘time dos sonhos’ do Corinthians com possíveis novos reforços

A segunda-feira não costuma ser um dia agradável para 99,9% da população, mas o torcedor do Corinthians ficou animado. No mesmo dia, foi revelado o interesse do clube em Willian, do Arsenal, e a rescisão contratual de Roger Guedes, na China. E se tudo isso der certo, como ficaria o time titular de Sylvinho nesta temporada?

+ Fagner inicia tratamento após sentir fisgada em vitória do Corinthians


+ Champions League, Paralimpíada, futebol de areia… Saiba onde assistir aos eventos esportivos

+ Brasil busca o 100º ouro e quer se manter no top 10 nas Paralimpíadas

O Lance! vai tentar responder a essa pergunta com algumas projeções, porém parte do princípio que jogador bom tem sempre lugar, então a visão da reportagem é de que todos os reforços e possíveis reforços poderiam ser titulares, ainda que alguns jogadores que já estavam no clube e atualmente fazem parte do 11 inicial, precisem ser sacrificados, como Roni, Adson e Jô.

Em um primeiro momento, as mudanças seriam apenas do meio para frente, uma vez que a defesa com Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos parece intocável e ajustada. A partir de Gabriel as mudanças podem acontecer. Para a posição de primeiro volante, o camisa 5 é o favorito, mas Roni, Cantillo e até mesmo Renato Augusto podem jogar por ali, dependendo da partida.

Pela ponta direita (podendo mudar também para a esquerda), Gustavo Mosquito tem lugar cativo com sua velocidade e “um contra um”. Do outro lado, na ponta esquerda, Willian entraria podendo também buscar o meio ou, como Mosquito, jogar pelo lado contrário, trocando de posição um com o outro. Willian, cabe destacar, pode jogar flutuando e tem habilidade para isso.

Na frente, nessa configuração, Jô seria sacado da referência e Roger Guedes entraria na função de “falso 9”, com a possibilidade de inverter posições com Willian, que tem mais facilidade pelo meio. A movimentação de três jogadores rápidos e habilidosos no ataque daria uma infinidade de possibilidades.

O treinador também poderia optar por manter Jô como centroavante, tirar Gabriel do primeiro volante, recuar Renato Augusto, colocar Roger Guedes na esquerda e centralizar Willian com Giuliano, podendo montar um 4-1-4-1, diferente do 4-1-2-3 (ou 4-2-3-1) que tem sido utilizado por Sylvinho.

4-1-2-3 (ou 4-2-3-1)
Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Gabriel (Cantillo ou Roni), Renato Augusto e Giuliano; Gustavo Mosquito, Willian e Roger Guedes.

4-1-4-1
Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Renato Augusto; Gustavo Mosquito, Giuliano, Willian e Roger Guedes; Jô.

Por enquanto, isso são apenas projeções, já que Roger Guedes está muito próximo, mas ainda não assinou, e Willian tem negociação considerada muito difícil pelas partes envolvidas. Sendo assim, o corintiano curte a evolução do time no Campeonato Brasileiro, em que a disputa pela Copa Libertadores passou a ser uma realidade e pode ficar cada vez mais perto de se concretizar.