Esportes

Vasco encerra jejum, vence o Flamengo e segue vivo no Carioca

Cruz-Maltino volta a vencer o rival rubro-negro após série de 17 jogos e sobe para o quinto lugar na Taça Guanabara, mantendo-se com condições de avançar às semifinais do Carioca

Vasco encerra jejum, vence o Flamengo e segue vivo no Carioca

Com gols de Léo Matos, Germán Cano e Morato, o Vasco voltou a vencer o Flamengo nesta quinta-feira, por 3 a 1, pela nona rodada da Taça Guanabara. A vitória no Maracanã encerrou uma série de 17 jogos do Cruz-Maltino sem superar o adversário, e levou o time de Marcelo Cabo para a quinta posição, mantendo-se com chances de avançar às semifinais do Campeonato Carioca.

Se sobrou eficiência ao Vasco na frente, com destaque para Morato e Cano, o Lucão cumpriu seu papel lá atrás, e garantiu a vitória com boas defesas. Vitinho, já nos acréscimos da etapa final, foi quem descontou para o Flamengo.

O Rubro-Negro, por sua vez, perdeu seu primeiro jogo com a equipe principal na temporada, mas segue na segunda colocação do Estadual e tem as atenções voltadas para a estreia da Libertadores, contra o Vélez na Argentina, na terça.

> Confira a classificação completa e as próximas rodadas do Carioca!


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



VASCO APROVEITA CHANCES E ABRE​ VANTAGEM

O gol de Léo Matos, logo aos 5 minutos, levou à partida a um cenário que já era esperado pelas características do time. O Flamengo, apesar da posse de bola, encontrou dificuldades na ausência de Arrascaeta, e pouco criou na primeira etapa. Além de uma cabeçada de Bruno Henrique, aos 3, e uma finalização de Gabriel Barbosa, aos 25 – ambas para fora -, o goleiro Lucão, do Vasco, só foi exigido nos minutos finais da primeira etapa, fazendo duas boas intervenções.

O Cruz-Maltino, por sua vez, colheu os frutos de sua estratégia. Propôs-se a esperar o rival, marcou bem e aguardou os contra-ataques. O primeiro gol ainda deu maior tranquilidade ao time de Marcelo Cabo, que teve Léo Matos e Morato como destaques. Foi em jogada do camisa 10 que o Vasco ampliou.

Após jogada de Andrey, o atacante ficou com a bola na entrada da área, viu a movimentação de Germán Cano, que dominou – já dentro da área – e finalizou sem chances para Diego Alves. Um belo primeiro gol do argentino contra o Fla.

A eficiência do Vasco contrastou com as falhas rubro-negras. No primeiro gol, Filipe Luís e Bruno Viana vacilaram. No segundo, Arão apenas observou a movimentação de Cano, que invadiu a área sem ninguém o acompanhando.

LUCÃO SEGURA E MORATO SELA VITÓRIA

Na volta do intervalo, João Gomes e Isla foram substituídos por Vitinho e Matheuzinho. E o Flamengo melhorou. O camisa 11, na ponta esquerda, deu maior amplitude ao time de Ceni. Na direita, o jovem lateral contou o apoio de Everton Ribeiro, de volta a sua posição, e as chances foram se acumulando.

Vitinho acertou a trave logo em sua primeira jogada. Everton Ribeiro, Gerson e Bruno Henrique pararam em Lucão. Matheuzinho arriscou e finalizou por cima da meta adversária. Tudo isso antes dos 20 minutos – período no qual o Vasco raramente conseguiu ir ao campo de ataque. Contudo, foi resistindo à pressão.

O Flamengo ocupou o campo de ataque e Ceni ainda lançou Rodrigo Muniz para tentar uma reação na bola aérea, mas a defesa do Vasco manteve a postura. Já na parte final da partida, a aguardada chance de contra-atacar veio em lançamento de Marquinhos Gabriel para Morato. O camisa 10 venceu Filipe Luís no mano a mano e marcou um golaço. Já nos acréscimos, com a parada resolvida, Vitinho conseguiu, enfim, vencer Lucão e descontou para o Rubro-Negro.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 1X3 VASCO

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 15 de abril de 2021, às 19h
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Assistentes: Rodrigo F. Henrique Correa e Thiago H. Neto Correa Farinha

Cartão amarelo: Diego (FLA); Cayo Tenório, Léo Matos, Galarza, Germán Cano e Marcelo Cabo (VAS)
Cartão vermelho: Ninguém

Gols: Léo Matos (5’/1ºT, 0-1), Germán Cano (27”/1ºT, 0-2), Morato (0-3, 32’/2ºT) e Vitinho (1-3, 48’/2ºT)

FLAMENGO (Técnico: Rogério Ceni)

Diego Alves; Isla (Matheuzinho, Intervalo), Willian Arão, Bruno Viana e Filipe Luís; João Gomes (Vitinho, Intervalo), Diego, Gerson e Everton Ribeiro (Rodrigo Muniz, 30’/2ºT; Bruno Henrique e Gabriel Barbosa.

VASCO (Técnico: Marcelo Cabo)

Lucão; Léo Matos, Ernando, Leandro Castan e Zeca; Andrey (Miranda, 35’/2ºT), Garlaza (Carlinhos, 43’/2ºT), Marquinhos Gabriel e Gabriel Pec (Bruno Gomes, 20’/2ºT); Morato (Cayo Tenório, 35’/2ºT) e Germán Cano (Léo Jabá, 35’/2ºT).

Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS