Esportes

Vasco aposta em Cano para reverter vantagem do Goiás na Copa do Brasil


Mais de cinco meses se passaram desde o jogo de ida entre Vasco e Goiás, pela terceira fase da Copa do Brasil. Em momentos distintos, as equipes voltam a se enfrentar nesta quarta-feira, às 21h30, em Goiânia. E o time cruzmaltino, muito diferente do primeiro duelo, aposta que conseguirá reverter a desvantagem.

Como foi derrotado por 1 a 0 no primeiro jogo, em São Januário, disputado em março, o Vasco busca uma vitória por dois gols de diferença para se classificar. Caso triunfe pela vantagem mínima, a vaga será decidida nos pênaltis. O Goiás joga em casa pelo empate.

Hoje comandado por Ramon Menezes, o Vasco se encontrou e vive boa fase. Está invicto no Campeonato Brasileiro, do qual é vice-líder, com três vitórias e um empate. Segura defensivamente, organizada e eficiente no ataque, a equipe carioca aposta principalmente no atacante Germán Cano para desfazer a desvantagem e seguir no torneio. O argentino é o artilheiro do time na temporada, com 12 gols em 17 jogos.

E o técnico Ramon deve contar com o reforço de Yago Pikachu. O lateral-direito se recuperou de uma lesão na coxa direita e participou do último treino com bola na terça-feira. Ele se lesionou na estreia do Brasileirão e ficou de fora dos últimos três confrontos.

No período em que esteve ausente, Yago Pikachu foi substituído por Cayo Tenório e Cláudio Winck. Este acabou sendo a baixa da última atividade por conta de uma lesão músculo posterior da coxa direita e sequer viajou com o time para Goiânia. Assim, caso Pikachu não possa jogar, Cayo Tenório será o titular da posição.

Outro desfalque é o meio-campista Bruno Gomes, que testou positivo para a covid-19 em exame realizado na segunda-feira, em São Januário. Com isso, o jovem Vinícius deve ser titular pela primeira vez desde que voltou de lesão. O atacante retornou no empate sem gols contra o Grêmio, no qual atuou nos minutos finais.

ESTREIA DE THIAGO LARGHI – Já o Goiás vive um período de transição. Thiago Larghi chegou para substituir Ney Franco, demitido precocemente, após apenas três partidas no Campeonato Brasileiro. Adepto das ideias do espanhol Pep Guardiola, o novo treinador de 39 anos foi apresentado na segunda-feira e fará sua estreia depois de comandar o time em apenas dois treinamentos. Ele tem no currículo como técnico profissional o bom trabalho à frente do Atlético-MG, em 2018.

Larghi ficou quase dois anos sem clube. Neste período, ele foi à Europa fazer cursos e se atualizar. Agora, tem a missão de reerguer o Goiás, que sofreu no reinício dos jogos com vários casos de covid-19 no elenco. O time goiano chegou a ter 15 desfalques, entre jogadores infectados e lesionados.

“O segredo é utilizar o melhor material humano que temos. Não quer dizer que vou vir para cá para implantar ‘Guardiolismo’, nada disso. Vamos buscar identificação com as cores do Goiás, com os valores do clube e identificação com a torcida. A entrega dentro de campo vai ser muito grande. Essa vai ser a chave do nosso sucesso”, projetou o treinador.

O clube comunicou que todos os novos testes de covid-19 realizados pelo nesta semana deram negativo e, assim, o time esmeraldino tem apenas um desfalque. Este jogador havia testado positivo na última bateria e segue cumprindo o período de quarentena. A tendência é de que o treinador repita a escalação que derrotou o Atlético-GO no último sábado por 2 a 0.

Veja também
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago