Esportes

Vasco anuncia Ramon como técnico e traz Antônio Lopes para cargo de coordenador

Ramon Menezes é o novo técnico do Vasco. Nesta segunda-feira, a diretoria do clube anunciou a efetivação no cargo do auxiliar e ex-jogador, que teve uma trajetória de sucesso com a camisa do clube cruzmaltino. Aos 47 anos, ele sucederá Abel Braga na função.

Veja também

+ Estudo de DNA revela novos segredos dos Manuscritos do Mar Morto
+ Aves mudam comportamento durante quarentena na Nova Zelândia
+ SUV cupê? Conheça a verdadeira “origem” do VW Nivus e outros modelos
+ Veja como é a esteira de R$ 44 mil que o governo pretende comprar
+ Assista: dois grandes tubarões rondam surfistas e piloto de drone evacua line up
+ VW Nivus: confira a galeria completa de fotos
+ Cadillac Escalade ESV de Tom Brady está à venda

Essa será a primeira experiência de Ramon como técnico da equipe profissional do Vasco. E a escolha dele para o cargo se deu em reunião entre o presidente Alexandre Campello, o vice de futebol do clube, José Luis Moreira, e o executivo de futebol André Mazzuco.

Na nova função, Ramon terá a companhia de um velho conhecido. Afinal, a direção do Vasco anunciou o ex-treinador Antonio Lopes, de 78 anos, como novo coordenador técnico – em temporadas recentes, exerceu cargo parecido em Atlhetico-PR, Botafogo e Figueirense.

Lopes trabalhou como treinador do clube pela última vez em 2008 e tem no seu currículo pelo clube as conquistas do Campeonato Brasileiro de 1997, da Copa Libertadores de 1998 e do Torneio Rio-São Paulo de 1999. Além disso, foi três vezes campeão estadual: 1982, 1998 e 2003.

Ramon, inclusive, foi dirigido por Lopes em várias dessas conquistas, tendo três passagens pelo Vasco como jogador: de 1996 a 2000, em 2002 e também em 2006. Seu currículo extenso como atleta também inclui passagens por clubes como Cruzeiro, Vitória e Atlético Mineiro. Além disso, foi convocado para defender a seleção brasileira na Copa das Confederações de 2001.

Ao mesmo tempo que anunciou Ramon como técnico e o retorno de Lopes para o cargo de coordenador, o Vasco foi mais um clube a formalizar o período de 20 dias de férias ao elenco em função da paralisação do futebol por causa da pandemia do coronavírus.

“Considerando o cenário de pandemia relacionada à Covid-19, e em consonância com a decisão da Comissão Nacional de Clubes, o Club de Regatas Vasco da Gama concederá férias aos atletas, comissão técnica e profissionais vinculados ao departamento de futebol entre 1º e 20 de abril”, comunicou.